segunda-feira, 12 de maio de 2008

O exercício da verdade

Qual é o preço de dizer a verdade? Procurar ser sincera falar abertamente de sentimentos, angústias, dizer o que se pensa e na hora que se pensa? Eu quero tentar descobrir. Claro que é necessário ter tato, jogo de cintura, às vezes um pouco de política e isso implica em não dizer tudo o que se pensa. Mas de qualquer modo acho que exercitar a franqueza e dizer quando se sente magoado, constrangido, incomodado é um bom exercício. Porque mais do que agradar os outros, e às vezes é bom agradar as pessoas, temos que ser verdadeiros, fiéis a nós mesmos, porque se não for dessa maneira nos sentimos infelizes, impotentes, destituídos da capacidade de ter opinião própria e decidir.
Eu venho de uma família acostumada a agradar, a não dizer o que se pensa, por mais que por dentro não concorde, esteja um trapo sofrendo intensamente. E esse é um comportamento que eu não quero reproduzir. Por isso me convoco por mais que seja difícil a dizer a verdade, falar o que penso, dizer quando me sinto incomodada, quando a atitude de alguém não me agrada. Quantas inimizades posso arranjar com isso? Boa pergunta. Eu não sei, mas para o meu bem estou disposta a tentar até porque isso é um desafio. Ser sincero exige coragem, desapego da imagem, do que os outros vão pensar. Vamos ver o quanto eu consigo.

5 comentários:

Revisora do p... disse...

Eu também sou adepta de se dizer a verdade, seja ela qual for. Pode ser que a pessoa que a receba não se importe muito, mas pelo menos deixaremos nosso coração aliviado.Tem uma coisa que diz que devemos espalhar nossas sementes e deixar cada um cultivar como quiser.É iss, se formos nós mesmos já é um bom começo.

Carol disse...

Muito bem escrito... ser sincero é um exercício diário e requer disciplina... requer nos desprendermos dos antigos padrões que nos foram ensinados... e sem dúvida vale a pena!!!
Bjos

Shirlei Marina disse...

Você disse tudo Bruna, deixar o coração aliviado é necessário! Quanto a idéia de espalhar nossas sementes, gosto disso. E que sejam sementes do bem e verdadeiras. Beijos

Shirlei Marina disse...

Pois é Cá disciplina! Algo que me falta muitas vezes em vários aspectos da minha vida e que pretendo aprender a ter. Também concordo que deve valer muito a pena, essa sensação de liberdade com você mesmo, sem medos. beijos!

Gaúcho no mundo disse...

Em muitos momentos falar tudo o que se pensa e sente pode ser difícil, e, pode magoar as pessoas, mas se as pessoas que nos rodeiam realmente gostam da gente, devem saber o que pensamos. E se não gostarem é porque não merecem estar próximas a nós.